domingo, 4 de outubro de 2009

Dividendos/Juros sobre Capital Próprio


172866 - vellinhotrt4 -  14 Mar 2013, 15:23
O que são dividendos e juros sobre capital próprio?
Tanto os Dividendos como os Juros Sobre Capital Próprio são uma forma de distribuição dos rendimentos (proventos) de uma empresa aberta, quando esta aufere lucro líquido de suas atividades. É importante que se escolha muito bem as empresas pagadoras de dividendos e é sempre interessante consultar as carteiras de dividendos.

Qual a diferença?
A diferença está na origem e forma de tributação de cada tipo de distribuição. Enquanto os dividendos são distribuídos a partir do lucro líquido, os juros sobre capital próprio são contados como uma despesa financeira na demonstração de resultado do exercício (DRE) da empresa.

Quanto à tributação, os dividendos não recolhem imposto de renda, pois são oriundos do lucro líquido que, por sua vez, já foi ajustado pelo imposto de renda. Já no caso dos juros sobre capital próprio, o investidor deve recolher o imposto de renda de 15% sobre esses rendimentos (proventos), pois como são contados como despesa financeira para a empresa, não pagam impostos quando contabilizados no balanço.

Como recebo esses rendimentos (proventos)?
Basta apenas ser acionista de uma empresa aberta.
Como funciona a distribuição desses rendimentos ?
A empresa extrai os recursos dos rendimentos (proventos) das próprias ações. A partir daí, estabelece uma data limite para que investidores estejam comprados no papel, o que garante o direito de receber os proventos em uma data futura estipulada pela empresa, ou seja, a data de pagamento desses rendimentos.

Já a data limite marca o início do período em que as ações são negociadas a um preço mais baixo – esse período é conhecido como EX –, dados os recursos empenhados pela empresa para pagamentos dos rendimentos em uma data futura.

Como selecionar ativos para receber esses rendimentos (proventos) ?
A princípio, toda ação negociada em bolsa paga ao acionista algum tipo de rendimento. O investidor deve selecionar empresas que distribuem um alto valor desses rendimentos em comparação com o valor da ação negociada em bolsa, sendo que essa relação é feita dividindo o rendimento distribuído pelo preço da ação.

É recomendável considerar um intervalo de 5% a 10% do resultado dessa comparação e o histórico do pagamento desses rendimentos (proventos) feitos pela empresa para efeitos de uma seleção mais eficaz.

Esses rendimentos (proventos) são indicados para que tipo de investidor?
Esse tipo de escolha é mais compatível com o investidor cujo horizonte de investimento é de longo prazo.

Como ficar ciente dessa distribuição desses rendimentos (proventos)?
As empresas comunicam o mercado sobre a periodicidade da distribuição dos proventos. Esses comunicados estão à disposição dos investidores tanto no site da BMF&BOVESPA quanto na página de RI (Relações com Investidores) das empresas abertas. Contudo, os períodos variam de empresa para empresa, pois as datas de distribuição desses rendimentos (proventos) são definidas em assembleia de acionistas.

Perguntas respondidas pelos especialistas do home broker Rico.com.vc

Dividendos X Crescimento:

Vivemos sempre um dilema quando da escolha dos ativos pra investir.. priorizar ativos de crescimento ou bons pagadores de dividendos?
Eu acho que na realidade devemos focar os dois... e investir em empresas com bom potencial de crescimento e que paguem dividendos razoavelmente... e isso nao e dificil de encontrar...
Quem comprou AMBV4 a R$ 110,00 antes do desdobramento e NATU3 a 19,00 nos tempos de crise sabe do que eu estou falando... naquela época esses papéis ja estavam "caros" se analisados pela ótica do P/L mas ja pagavam dividendos de 3 a 5% (razoaveis ao meu ver) regularmente... e quem comprou naquela epoca além de embolsar os dividendos regularmente ainda contou com uma valorizacao fenomenal desses ativos...
Hoje ainda temos papéis promissores de otimos setores que ainda se encaixam nesses criterios, e quem comprar hoje daqui 4/5 anos vai colher bons frutos...
Na minha humilde opiniao só crescimento nao basta... é necessario que a empresa remunere os acionistas...isso e vital pra nós minoritarios... mas só dividendos também nao resolvem... vejam o caso da ELPL4...
Portanto uma combinacao de crescimento com o pagamento de dividendos razoaveis aliada a uma governanca corporativa de alto nivel e o caminho...
E ainda temos boas opçoes nesse sentido... e so pesquisar que encontramos..

24851 - tota57 - 09/Jan/2010 15:25
Dividendos valorizados
Estudo mostra os papéis que deram mais retorno aos acionistas com a distribuição de lucros nos últimos três anos e que são opção mais conservadora.
Por Angelo Pavini, de São Paulo
Valor Economico-08/01/2010
Diante de um ambiente de juro mais baixo, as ações que pagam bons dividendos se mostram ainda mais vantajosas. É possível, por exemplo, encontrar empresas que projetam distribuir lucros equivalentes a mais de 10% do preço de suas ações, ou seja, um retorno acima dos 8,75%, da atual taxa básica de juros. Estudo feito pela consultoria Economática para o Valor mostra quais foram as melhores ações em termos de retorno com dividendos dos últimos três anos. O levantamento considerou não apenas o ganho com a distribuição do lucro, mas a liquidez dos papéis na bolsa, já que isso é um fator importante na hora de escolher uma ação para investir.
Foram selecionadas empresas que pagaram de 2007 a 2009 pelo menos o equivalente a 6% do valor da ação por ano, considerando o preço do papel no início do período. Esse retorno, chamado de "dividend yield", permitiu selecionar 29 papéis, dos quais o Valor escolheu os 13 mais líquidos, com mais de R$ 1 milhão negociados por dia. Entre eles, o melhor retorno médio nos três anos foi do papel preferencial (PN, sem voto) série B da Eletropaulo, com "dividend yield" de 16,71% ao ano.
O que chama a atenção é a quantidade de papéis do setor de energia, afirma Einar Rivero, da Economática. Da lista de 29 boas pagadoras, 19 são elétricas e, entre as 13 mais líquidas, 8. Einar ampliou o estudo e inclui no retorno a variação do preço da ação - como se o investidor tivesse vendido o papel após três anos. Nesse caso, o ganho final muda bastante.
Se o investidor tivesse reaplicado os dividendos em ações da mesma empresa, teria retornos de até 142,23% em três anos, caso da ação PN da Transmissão Paulista. Já a ação ordinária (ON, com voto) da Telesp acumularia 8,25%, apesar do "dividend yield" médio de 9,40% ao ano. "A Telesp foi o patinho feio das boas pagadoras de dividendos porque o papel não foi bem", observa Einar. A explicação foi que a empresa sofreu, especialmente no ano passado, com os problemas técnicos com o sistema de banda larga Speedy.
Sem reaplicar o dividendo, o retorno seria menor ainda, como mostra a coluna Retorno 2 da tabela. No caso de Transmissão Paulista, o ganho cai para 71,96% e, na Telesp, vira uma perda de 19,78% - nesse caso, pode-se notar a falta dos dividendos amortecendo a queda do papel.
Depois de uma alta de 82,66% no Índice Bovespa no ano passado, parece razoável o investidor que quer aplicar em ações procurar alternativas mais seguras, com menos emoção como as boas pagadoras de dividendos. Em geral, são companhias já estabilizadas, que não precisam fazer grandes investimentos para crescer e possuem um fluxo de caixa constante.
A vantagem cresce em um ambiente de juro mais baixo. Mesmo que os juros subam para 10% neste ano, como projeta o mercado, o retorno em dividendos de vários papéis, de acordo com as análises feitas pelas corretoras para este ano, ainda será atrativo. Principalmente porque os dividendos não pagam imposto de renda, diferentemente da renda fixa.
O ano começou com a bolsa ainda forte graças à recuperação das empresas de commodities e isso pode afastar um pouco o investidor das ações mais defensivas como as de dividendos, diz Lika Takahashi, chefe de análise da Fator Corretora. "O pessoal quer adrenalina." Mas, para os investidores de coração fraco, o dividendo é uma opção de diversificação. "Não é um ganho garantido, mas é uma expectativa bastante razoável dependendo do histórico da empresa", lembra. E o cenário, muito positivo para as ações de crescimento, também pode mudar, alerta Lika, caso os riscos mais graves, como uma retração econômica nos EUA, se confirmem.
A alta dos preços das ações acaba reduzindo um pouco o retorno em dividendos dos papéis. Mesmo assim, há estimativas bem interessantes, afirma Lika. É o caso de Telesp, cujo preço ficou para trás no ano passado, e que nas contas da Fator projeta um retorno de 10% em dividendos e mais 60% no preço da ação. A Eletropaulo também tem um retorno elevado, de 10%, mas há o risco de a empresa reconhecer uma dívida antiga que está sendo disputada com a Eletrobrás.
Entre as sugestões da Fator estão, além de Telesp PN, Geração Tietê PN, com "dividend yield" estimado em 11% e potencial de valorização de 30%, Coelce PNB, com dividendo de 10,9% e potencial de alta de 18,5%, e Transmissão Paulista PN, com "dividend yield" de 10,5% e potencial de valorização do papel de 21,8%. Eternit tem um dividendo estimado em 7% e Visanet e Redecard, de 6%.
As ações de dividendos tendem a apresentar resultado mais conservador, diz Alexandre Silvério, superintendente de fundos multimercados e de renda variável do Banco Santander. Isso ficou claro nos dois últimos anos. Em 2009, os fundos de dividendos tiveram, em média, retorno de 59,39%, para um Ibovespa de 82,66%. Mas, no ano anterior, eles perderam menos, 31,22%, para -41,22% do índice. "É uma classe de ativos bastante interessante, olhando no longo prazo, pois é mais defensiva", diz.
Ele lembra que a queda dos lucros das empresas em 2009 deve ter impacto nos dividendos a serrem distribuídos neste ano. "Na média, a Bovespa como um todo vinha com um 'dividend yield' de 4,5%, mas em 2009 ele caiu para 3%", afirma Silvério. "Mas quando se olha para algumas empresas, vemos para este ano potencial de distribuição de lucros maior, de até 14%", diz.
"As oportunidades em termos de retorno em dividendos são menores este ano, mas ainda há casos interessantes", diz Carlos Firetti, da Bradesco Corretora, citando o setor elétrico, tradicional bom pagador de dividendos, e Redecard e Cielo, cujas ações sofreram no ano passado com as incertezas e a concorrência, e que projetam retorno de 7% a 8%. No setor elétrico, Firetti tem estimativas de retorno em dividendos de 14% para a Eletropaulo, 11% para AES Tietê e 8,8% para CPFL.


O setor de "utilities" (energia e saneamento) brasileiro projeta os maiores retornos do mundo em dividendos, na faixa de 8,8% em média, afirma Cida Souza, estrategista da Itaú Corretora. "Tem alguma coisa em telefonia, mas no caso de Telesp, por exemplo, a empresa vai ter de aumentar os investimentos por causa dos problemas técnicos do ano passado, e a Telemar está no meio de uma reestruturação", observa. Mas, mesmo com a queda, Telesp ainda deve pagar algo perto de 9%, estima Cida. Já em energia, a corretora trabalha com 16,2% de "dividend yield" para Eletropaulo e 11,5% para AES Tietê. "E há também as que combinam o dividendo com o potencial de alta do papel", afirma Cida, citando o caso de AES, cujo preço poderia subir 20%, e Light, com dividendo de 6,7% e potencial de alta de 40%.

7928 -  mille 2 - 29/Jun/2009 14:33
a empresa que paga jscp ao inves de dividendos, cria valor para o acionista ao inves do que muita gente pensa dividendos distribuidos sobre o lucro liquido da empresa, depois que a empresa pagou imposto jscp distribuido antes da empresa pagar impostos
como a empresa paga mais de 15% de imposto, quem paga jscp para o acionista remunera mais, soh que a empresa não pode pagar mais que o lmite legal em jscp , então o excedende tem que ser pago como dividendos, mesmo, e tem empresas que preferem pagar dividendos para ter imposto a recuperar
exemplo empresa vai pagar 1 real por ação , considerando que elah pague 25% de impostos
se pagar dividendos o acionista recebe 75c


se pagar jscp o acionista recebe 85c

4121 - marcuscbu - 14/Abr/2009 12:32
"por isso que compro mais coce5 quando cai, peguei 1k qndo foi em 23,40 e mais 1k ontem a 23,55."
Vantagens dos dividendos
Permitem uma fonte de rendimentos aos acionistas sem que estes tenham que reduzir as suas posições de investimento;
Criam uma disciplina na empresa ao criar uma necessidade de retorno para o acionista;
"Evitam o acumular de dinheiro na empresa se esta não tiver projectos de investimento com bons retornos para aproveitar, acumular esse que pode levar a decisões menos corretas de investimento;"
"Os dividendos estão a tornar-se cada vez mais importantes no que diz respeito ao retorno esperado em investimento em ações. Ainda mais, atualmente, quando assistimos em alguns países à taxa de rendimento dos dividendos a níveis superiores à taxa de rendimento das obrigações governamentais"", sublinha o banco holandês ING, na nota de perspectivas de investimento para 2009."
"Já o gestor do Cazenove Capital Management, Robin Griffiths, sublinha, em declarações à agência Bloomberg, na sexta-feira, que as ações com dividendos mais rentáveis vão ser as vencedoras, à medida que a recessão econômica impeça a recuperação das cotações."


"O ING relembra ainda uma lição do passado: ""A história ensina-nos que uma política de investimentos baseada em empresas que pagam dividendos altos, tende a ter um retorno muito aceitável durante períodos de recessão."" Daí que considere que ""empresas com taxas de rendimento dos dividendos altas e sustentáveis deverão ser um bom investimento nos próximos anos, uma vez que providenciarão uma fonte de rendimento estável e terão um melhor desempenho do que os índices globais""."

3722 - small caps - 06/Abr/2009 22:54
"citação: c4m1loSempre que houver pagto de dividendos, o pregão do dia seguinte abre com o desconto do valor pago?"
"Obrigado c4m1lo, exatamente!"
"Quando anunciou o dividendo, COCE5 estava por volta de R$ 21,00 (inclusive reforcei posição). Atualmente já subiu quase todo o valor que será pago ao acionista e tem ido lentamente subindo..."
"Depois que descontar o dividendo, como muito bem colocado por inúmeros forenses, como o Paulo, costumar haver pressão de venda..."


"Mas, com indicadores fundamentalistas bons, retorna o rumo de alta, como tem ocorrido com EQTL3."

3708 - small caps - 06/Abr/2009 21:54
"citação: c4m1loPessoal, boa noite! Sou nova por aqui e estou tentando aprender um pouquinho com os senhores. Se possível, gostaria de uma explicação sobre o pagto de dividendos da COCE5. Qual o valor por ação? É proporcional ao tempo em que vc possui a ação? Com 500 ações, qto receberia de dividendos? Muito obrigada, desde logo."
"c4m1lo, os dividendos são devidos com apenas uma condição. Estar com as ações no dia em que o direito for estabelecido, o que se chama de última dia ""com dividendos"". Via de regra, isto ocorre na data da assembléia. No caso da COCE5, isto significa no dia 28 de abril se não me engano (tem que confirmar)."
"O valor a receber é de R$ 3,38 por ação, não importando o tempo que esteja com a ação. Ou seja, 500 x R$ 3,38 é o que você receberá cujo direito provavelmente será na data da assembléia e o pagamento, via de regra, é também nela estabelecida a data."
"No dia seguinte ao direito (ex-dividendo), a abertura do pregão será considerando o preço de fechamento subtraído dos R$ 3,38. Assim, se o último negócio do hipotético dia 28 de abril for a R$ 25,38, as ações da companhia será considerada como abrindo a R$ 22,0"


"0 no dia seguinte. Caso o primeiro negócio ocorra a R$ 22,22, por exemplo, a variação do dia será 1% de alta."

457 - small caps - 29/Nov/2008 23:59
"(420), vitor_kalel2004, neste tópico tem várias sugestões sobre empresas com excelentes múltiplos e que pagam bons dividendos. Inclusive no meu blog, também há informações interessantes: http://br.advfn.com/p.php?pid=blogbr&blog=small_caps."


"Na questão de dividendos, é interessantes estudar elétricas, como COCE5, bancos médios, como BICB4, logística, como TGMA3 e para o próximo ano algumas construtoras e têxteis devem melhorar bastante o DY, como será o caso de EZTC3 e CTSA3, em razão da obrigação legal de distribuição de 25% do lucro anual a título de DY."

419 -  small caps - 22/Nov/2008 10:52
"417 - Robertoha, obrigado. O pagamento de dividendos realmente acaba tendo o nível de cotação diminuido proporcionalmente ao valor distribuído. No entanto, este pagamento, dependendo da análise de outros fatores, pode sinalizar que a empresa possue condições suficientes de remunerar seus acionistas. No longo prazo, só paga dividendo quem apresenta lucros e tem sobra de caixa para isto."
"Assim, a verificação das empresas que possuem os maiores DY é um atalho para aprofundar a pesquisa e selecionar boas empresas. Tem várias alternativas que remuneram em dividendos mais do que a renda fixa. Tem um tópico específico do livro em que consta o que deve ser observado em relação a referidas alternativas de investimento."

Dúvidas dos Foruns do Small Caps

Ações Boas pagadoras de dividendos
Ações de baixa liquidez
After Market
Análise Fundamentalista X Análise Técnica
Aplicações
Aplicação em Small Caps
Daytrade
Diversificação Setorial
Previdência Privada
Provisão de Devedores Duvidosos
PSR
Qual a melhor forma investir na bolsa?
Qual o valor mínimo para começar a investir?
Recomendações
Recompra de Ações
Retirada de Custódia
ROE
Sistemas
Subscrição e Bonificação
Stop
Vencimento de Opções
Venda a Descoberto
Vender com prejuízos
Vender para abater IR ou fazer Preço M
VGV = Valor Geral Vendido
Volume de uma ação
Como minimizar pagamentos de Imposto de Renda



Veja os melhores Comentários do Forum do Small Caps


ABC Brasil (ABCB) Abyara (ABYA) Aços ALtona (EALT)
Aços Vilares (AVIL) Aes Tiete (GETI) Afluente (AFLU)
Agrenco (AGEN) Alfa Financa (CRIV) Alfa Invest (BRIV)
All (ALLL) Alpagartas (ALPA) Ambev (AMBV)
Aracruz (ARCZ) Amazônia (BAZA)
B2W (BTOW) Bahema (BAHI) Banco do Brasil (BBAS)
Banco Indusval (INDL) Banestes (BEES) Battistela (BTLL)
Bardella (BDLL) Barinsul (BRSR) Baumer (BALM)
Bematech (BEMA) Besc (BSCT) BicBanc0 (BICB)
BMFBovespa (BVMF) Brascan Res (BISA) Braskem (BRKM)
Brasmotor (BMTO) BR Brokers (BBRK) BR Malls (BRML)
Bradesco (BBDC) Bradespar (BRAP) BRF (PRGA)
Brookfield (BISA)

Banese (BGIP)
BRB Banco (BSLI)

Brasil Telec (BRTO)
Bombril (BOBR)
Cacique (CIQU) Cambuci (CAMB) CC Des Imob (CCIM)
CCR Rodovias (CCRO) Ceb (CEBR) Cedro (CEDO)
Celesc (CLSC) Celpe (CEPE) Cemig (CMIG)
Cesp (CESP) Chiarelli (CCHI) Cia Hering (HGTX)
Clarion (CLAN)
Coelce (COCE)
Cobrasma (CBMA)
Company (CPNY) Comgás (CGAS) Confab (CNFB)
Contax (CTAX) Copasa (CSMG) Copel (CPLE)
Coteminas (CTNM) Cosan (CSAN) CPFL Energia (CPFE)
CR2 (CRDE) Cremer (CREM) Cyre ON (CCPR)
Cyrela (CYRE)


Cruzeiro do Sul (CRCZ)
CSN (CSNA)


Cetip (CTIP)

CSU Cardsyston (CARD)

Cemar (CMGR)
Daycoval (DAYC) Dimed (PNVL) (Panvel) Dixie Toga(DXTG)
Doc Imbituba (IMBI)

Duratex (DTEX)
Drogasil (DROG) Dufray (DUFB)


Ecodiesel (ECOD) Elekeiroz (ELEK) Elektro (EKTR)
Eletrobras (ELET) Eletropaulo (ELPL) Emae (EMAE)
Embraer (EMBR) Encorpar (ECPR) Energia do Brasil (ENBR)
Energisa (ENGI) Equatorial (EQTL) Estrela (ESTR)
Eternit (ETER) Excelsior (BAUH) Eucatex (EUCA)
Even (EVEN) Eztec (EZTC)
Ferbasa (FESA) Fer Heringer (FHER) Fibam (FBMC)
Forja Taurus (FJTA) Fosfertil (FFTL) Fras Le (FRAS)



Gafisa (GFSA) Gazola (GASO) General Shopping (GSHP)
Gerdau - GGBR Globex (GLOB) Gol (GOLL)
Gp

Investimentos (GPIV)
GPC Part (GPCP) Gradiente (IGBR)
Grazziotin (CGRA) Grendene (GRND) Guarani (ACGU)
Guararapes (GUAR)

Habitasul (HBTS) Haga (HAGA) Helbor (HBOR)
Hercules (HETA) Hotéis Othon (HOOT) Hypermarcas (HYPE)
Ideiasnet (IDNT)
Ienergia (IENG) Iguaçu Café (IGUA)
Iguatemi (IGTA) INDS Romi (ROMI) Inepar (INEP)
Inpar (INPR) Investur (IVTT) Iochpe-Maxion (MYPK)
ItauUnibanco (ITUB)

Irani Cel (RANI)
Itaúsa (ITSA) Itautec (ITEC)


JB Duarte (JBDU) JBS (JBSS) Jereissati (MLFT)
JHSF Part (JHSF) Josapar (JOPA)
Klabin Segall (KSSA)

Klabin (KLBN)
Kepler Weber (KEPL)

Karsten (CTKA)
Kroton (KROT)
Laep (MILK) Le Lis Blanc (LLIS) Light (LIGT)
LLX (LLXL) Localiza (RENT) Log-in (LOGN)
Lojas Americanas (LAME) Lojas Renner (LREN) Lupatech (LUPA)
Magnesita (MAGG) Mangels INDL (MGEL) Marcopolo (POMO)
Marisa (MARI) Marisol (MRSL) Marfrig (MRFG)
M Dias Branco (MDIA) Medial Saúde (MEDI) Mendes Junior (MEND)
Merc Brasil (BMEB) MetalFrio (FRIO) Metal Leve (LEVE)
Metisa (MTSA) MG Poliest (RHDS) Millenium (TIBR)
Minerva (BEEF) Minupar (MNPR) MMX Miner (MMXM)
Mont Aranha (MOAR)

Mundial (MNDL)
MPX Energia (MPXE)

Mutiplus (MPLU)
MRV (MRVE)

Nadir Figueiredo (NAFG) Natura (NATU)

Net (NETC)
Odontoprev (ODPV)

OHL Brasil (OHLB)

OSX Brasil (OSXB)
Pão de Açúcar (PCAR) Paranapanema (PMAM) Par Al Bahia (PEAB)
Paraná (PRBC) Panamericano (BPNM) Petrobras (PETR)
Pettenati (PTNT) Pine - PINE Plascar (PLAS)
Porto Segur0 (PSSA) Positivo (POSI) Profarma (PFRM)
Providência (PRVI)

PortoBello (PTBL)
Pronor (PNOR) Per Manguinnhos (RPMG)
Randon (RAPT) Recrusul (RCSL) Renar (RNAR)
Renner Part (RNPT) Riosulense (RSUL) Rodobens (RDNI)
Rossi Resid (RSID) Redecard (RDCD)
Sabesp (SBSP) Sanepar (SAPR) Sansuy (SNSY)
Santander (SANB) Santanense (CTSA) São Martinho (SMTO)
Saraiva (SLED) Savarg (VAGV) Schlosser (SCLO)
Seb (SEBB) Shulz (SHUL) SLC Agrícola (SLCE)
Sofisa (SFSA) Spring (SGPS) Sulamerica (SULA)
Sultepa (SULT)

São Carlos (SCAR)
Starup (STRP) Suzano Papel (SUZB)
Tectoy (TOYB) Tegma (TGMA) Tekno (TKNO)
Telebras (TELB)
Telemar (TNLP) Telemar NL (TMAR)
Telemig Part (TMCP)
Telesp (TLPP) Tempo (TEMP)
Tenda (TEND) Terna Part (TRNA) Tractebel (TBLE)
Tran Paulist (TRPL) Trafo (TRFO) Trisul (TRIS)
Triunfo Part (TPIS)

Tarpon (TARP)
Tupy (TUPY) Tivit (TVIT)
Ultrapar (UGPA) Unipar (UNIP) UOL (UOLL)
Usiminas (USIM)

Vale (VALE)

Varig (VAGV)
VCP (VCPA) Visanet (VNET)
Weg (WEGE) Wetzel (MWET)

Wiest (WISA)

Whirlpool (WHRL) WLM Ind Com (SGAS)


Yara Fertilizantes (ILMD)



Setores

Alimentos

Autopeças

Água e Saneamento

Bancário

Bebidas


Construção e Engenharia

Consumo e Comércio


Educacional

Elétrico

Embalagens

Financeiros

Fertilizantes


Holding



Industrial e Comércio



Máquinas e Equip

Madeira

Materiais Diversos

Mineração



Papel e Celulose

Petróleo e Gás


Químico



Rodoviário



Saúde

Siderúrgico

Sulcroalcoleiro

Tecnologia e Informática

Telefonia

Têxtil e Calçados

Transporte





Voltar para: Palpites Ações

Forum do Small Caps

CLASSIFICAÇÃO POR CÓDIGOS

ABCB

ABYA

ACGU

AFLU

AGEN

ALLL

ALPA

AMBV

AVIL




BAHI

BALM

BAUH

BBAS

BBDC

BBRK

BDLL

BEEF

BEES

BEMA

BICB

BISA

BMTO

BPNM

BRAP

BRIV

BRKM

BRML

BRSR

BSCT

BTLL

BTOW

BVMF

BMEB

BGIP

BSLI

BOBR

BAZA

BRTO


CAMB

CBMA

CCHI

CCIM

CCPR

CCRO

CEBR

CEDO

CEPE

CESP

CGAS

CGRA

CIQU

CLAN

CLSC

CMIG

CNFB

COCE

CPFE

CPLE

CPNY

CRDE

CREM

CRIV

CSMG

CSNA

CARD

CTAX

CTIP

CTNM

CTSA

CYRE

CRCZ

CTKA

CIEL

CMGR

DAYC

DROG

DUFB

DTEX

DXTG


ECOD

EALT

ECPR

EKTR

ELEK

ELET

ELPL

EMAE

EMBR

ENBR

ENGI

EQTL

ESTR

ETER

EUCA

EVEN

EZTC


FBMC

FESA

FFTL

FHER

FIBR

FJTA

FRAS

FRIO





GASO

GFSA

GETI

GGBR

GLOB

GOLL

GPIV

GPCP

GRND

GSHP

GUAR


HBTS

HAGA

HBOR

HETA

HGTX

HOOT

HYPE






IDNT

IENG

IGBR

IGTA

IGUA

ILMD

IMBI

IMCH

INDL

INEP

INPR

ITEC

ITUB

ITSA

IVTT




JBDU

JBSS

JHSF

JOPA



KSSA

KEPL

KROT

KLBN



LAME

LEVE

LIGT

LLIS

LLXL

LOGN

LREN

LUPA





MAGG

MARI

MDIA

MEDI

MTIG

MTSA

MGEL

MILK

MLFT

MMXM

MNPR

MOAR

MPXE

MRVE

MNDL

MRFG

MRSL

MWET

MYPK

MEND

MPLU




NAFG

NATU

NETC




ODPV

OHLB

OSXB




PCAR

PEAB

PFRM

PINE

PLAS

PMAM

PNOR

PNVL

POMO

POSI

PRBC

PRGA

PRVI

PSSA

PTNT

PTBL



RANI

RAPT

RCSL

RDCD

RDNI

RENT

RHDS

RPMG

RNAR

RNPT

ROMI

RSID

RSUL

SANB

SAPR

SCLO

SEBB

SBSP

SFSA

SGAS

SGPS

SHUL

SLCE

SLED

SMTO

SNSY

STRP

SULA

SULT

SUZB


TOYB

TBLE

TELB

TNLP

TEMP

TEND

TGMA

TIBR

TKNO

TMAR

TMCP

TLPP

TPIS

TRFO

TRIS

TRNA

TRPL

TUPY

TARP






UGPA

UNIP

UOLL

USIM



VALE

VAGV

VCPA




WEGE

WHRL

WISA





Voltar para: Palpites Ações
[Valid RSS]