quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Volume de uma ação

O que é o volume de uma ação?
É o volume negociado. Por exemplo, uma ação custa 10 reais e foi negociado 1 lote (100 ações) durante o dia todo. Então o volume negociado foi de 1000 reais. Se foram negociados 10k lotes, o volume foi de 100.000 reais.

Venda a Descoberto

  
Pessoal, Boa noite. Os holders aqui do forum fazem venda coberta de call? Eh uma estrategia interessante no longo prazo? Eh facil executar pelo HB?
Eu tenho feito ha algum tempo com o Banco do Brasil. Acho interessante pra ganhar uma renda mensal. No meu caso pego strikes mais "fora do dinheiro" para nao ser exercido e garantir uns 1.5% por mes mais ou menos. Mas da pra pegar bem mais se vc quiser arriscar um strike mais proximo da cotação.

Não vale a pena. No primeiro tombo, lá se vai todo o ganho ou muito mais.

Eu acho que vale sim, pois se for exercido venderei minhas acoes com um bom lucro. É so escolher um strike que pague um premio bom e tenha um preço de exercicio maior que seu preço medio.

Roni, quem for operar com lançamento de opções tem que ter em mente o seguinte: a perda para o titular da opção, seja call ou put, está limitada ao valor do prêmio da opção, enquanto que a perda do lançador pode ir ao infinito. Citando um exemplo. Você vende uma call de prêmio de 1,5% sobre o papel à vista ( digamos valor de R$ 0,15). Considerando que o papel à vista ficou parado em R$ 10,00 ao final do exercício. Se você ganhar meus parabéns, você ganhou (1,5%)!!! Se, nesse caso, o papel à vista fechou no final do exercício em R$ 9,00. Você perdeu, ao final (10-1,5= 8,5%)!!! Mas vamos supor que, ao final do exercício, o papel à vista fechou em R$ 11,00. E o prêmio da opção em R$ 1,00. Nesse caso você perdeu 85%!!! O titular da call ganhou 766%!!! Eu acho essa estratégia uma maravilha ( para o titular da call). Você pode perder tanto na baixa quanto na alta do papel à vista.

Concordo se o lançamento for descoberto, mas se você possui as ações não tem risco algum. Digamos que seu preço médio é 24. Você lança call ( opção de compra) com strike de 29,90. O premio que você receber não será perdido e se a ação for a 32 você irá apenas deixar de ganhar a diferença, mas não tera prejuízo pois ira vender a 29,90. Se a ação for pra 20 o comprador da call não ira exercer o direito de compra e você continuará com suas ações, podendo lançar de novo.

Roni, desculpa, eu cometi um erro. Esqueci de incluir o ganho de R$ 1,00 no aumento do papel à vista. Considerando que você recompra a Call por R$ 1,00 ( uma vez que sua estratégia é de longo prazo) e teria lançado à R$ 0,15. Seu ganho será de R$ 1 + 0,15 - 1 = 0,15. Ou seja, 1,5%. Enfim, considerando sua estratégia de longo prazo, se o papel à vista sobe 10%. Esse seria seu ganho se não tivesse feito o lançamento de call. Com o lançamento da call o ganho fica restrito em 1,5%. Por outro lado, se o papel à vista cair 10%, sua perda será de 8,5%.

Obrigado aos participantes q responderam. Eu entendi os riscos da operacao.

1) se a acao subir, e passar do strike, o ganho do lancador sera o a valorizacao da acao + o premio recebido. Lancando opcoes ATM o premio recebido eh maior, mas se a acao valorizar muito, o ganho eh limitado. Deve ser mais indicado pra acoes com menor volatilidade. Lancando opcoes OTM, o premio eh minimo, e a teria q valorizar muito pra atingir o strike. Deve ser mais.indicado para acoes com maior volatilidade.

2) Se o ativo caiu, o premio da opcao minimiza o custo de manter o ativo em carteira, porque permite baixar o preco medio. Por outro lado, ter recebido o premio da opcao impossibilita sua saida da acao antes do vencimento ou antes de recomprar a opcao lancada. Isso eh ruim para o trader, mas para o holder nao eh ruim, uma vez que o premio recebido pelo lancador possibilita.comprar mais acoes.

Dai, o investidor poderia lancar mais opcoes, para outro exercicio, sistematicamente.

Agora, a minha duvida eh: entre perdas e ganhos, se um investidor faz isso no longo prazo, sera uma estrategia eficiente?

Quer saber mesmo se vale a pena? Vê se o Prof Paulo faz? se fizer vale a pena. RSSS

Eu fiz até 2008 por abaixo sua validade.De quedas muito grades ela não te protege praticamente nada e em altas muito grandes vc perde boa parte da mesma. Bem essa , foi minha experiência. Como tudo, tem que acertar o timing, senão... abs

Leocardoso, obrigado por sua resposta.

É,vou perguntar para o mestre. Rsrsrs... E aí Prof. Paulo? Já fez venda coberta?

Estou lendo um livro, Ganhando dinheiro com opções. É o primeiro livro que leio sobre o assunto, pretendo ler outros. Aumentar o conhecimento nunca é demais.

Segundo o autor, estudos de longo prazo de lançamento coberto, constataram que:

1) O lançamento sistemático de opções ATM (venda coberta), no longo prazo, tem o mesmo desempenho do holder, que manteve as ações, mas, a carteira teve menor volatilidade.

2) O lançamento sistemático de opções OTM (venda coberta), no longo prazo, aumento um pouco os rendimentos da carteira, sem influenciar na volatilidade.

Vocês já leram algo a respeito, em outras fontes, que confirme essas constatações? 
Acho muito válido lançar opções cobertas pra aumentar rendimentos, se vc ficar confortável em ser exercido. Acho válido se vc tiver uma boa noção do valor da ação. Por exemplo, BBAS3. Comprei muito quando deu aquele mergulho abaixo dos 20, mas não fiquei lançando coberto quando ela estava lá embaixo. Quem comprou por 18 e foi exercido nos 20 ganhou bem, mas deixou de ganhar mais. Agora, no preço atual , já acho boa idéia, porque acho esse preço atual próximo do valor.

Agora não chega a ser exatamente renda passiva porque dá um certo trabalho ficar olhando as opções, etc.
Roni, lançamento coberto é muito bom. Lanço OTM, strike uns 10% sobre o preço de mercado.

Não gosto de ser exercido, aliás, o objetivo é não ser exercido. Mas ser exercido se revelou ótimas vendas. Os preços de mercado sempre recuaram para o valor dessas vendas e consegui recomprar, enquanto isso o dinheiro ficou em CDB.

Contudo, essa é uma estratégia para quem não tem a pretensão de ficar milionário da noite para o dia com opções.

Sugestão: 1. veja quando a média dos FIIs está remunerando e tente ganhar o mesmo percentual com os lançamentos (você ainda vai ter a mais os dividendos, um plus); 2. Compre a ação como holder, lançar é só uma fonte adicional de renda, não necessariamente você deve lançar todo mês.

WK, muito obrigado. Vc poderia me dar alguns detalhes? 1) opcoes de quais ativos costuma lancar? A liquidez eh boa? 2) Vc lanca a ordem de venda das opcoes com validade de 1 dia ou mais ou 3)vende a mercado pelo maior preco de compra oferecido? 4) como vc calcula o valor de venda a ser pedido na opcao?

Ronimendes,
De maneira geral a liquidez é boa em PETR e VALE. Razoável em CSNA, BBAS e ITUB. Isso em se tratando de opções de compra.

Opções de venda tem liquidez bem menor, e praticamente concentrada em PETR e VALE (as de compra eram assim até uns 2-3 anos).

E a liquidez diminui proporcionalmente à distância do strike da opção em relação ao preço atual de mercado.
                                                                                           ▲                                                                      ▲



Aproveitando, o que significa... 1- Operar a descoberto/coberto? 2- Realizar? E, se os bancos cobram juros muito superiores as taxas selic, de que maneira essa taxa serve de referência para eles?
Operar a descoberto é quando vc não tem o papel, é uma forma de empréstimo. Por exemplo, qdo vc faz uma venda a descoberto vc aluga a ação, vende (sem ter, afinal vc alugou), depois recompra e devolve. Como é um aluguel, vc paga uma taxa pra fazer isso. Realizar é vender. As vezes falam realizar lucro -> Vender seus papéis com lucro. Realizar prejuízo -> Vender seus papéis com prejuízo. 
                                                                                           ▲                                                                      ▲





Dividendos

Como funciona a distribuição de dividendos? O valor do dividendo é descontado do valor da ação? Qual a vantagem já que vc ganha o dinheiro na conta mas o valor total em ações cai? Se eu ficar um ano inteiro com a ação mas estiver vendido no dia da assembléia eu não recebo dividendos? É isso?
Primeiramente tens que conhecer a empresa em específico. Há empresas que pagam dividendos mensais, outras a cada trimestre, outras a cada semestre e outras de maneira anual. No chamado dia "com" você deve ter os papéis sim. Se você teve os papéis por 300 dias mas vendeu antes desse dia, não terá direito aos dividendos. Para entender sua segunda pergunta, imagine o seguinte. Eu sou o zequinha e tenho 100.000 reais e nao quero mais trabalhar. Então, faço uma relaçao do dia em que todas as empresas vão pagar seus dividendos e entro no dia "com", recebo os dividendos, e saio no dia seguinte. Pode ter certeza que, se isso pudesse acontecer, 99% das pessoas fariam isso e a Bolsa viraria algo sem nexo algum, concordas? Esse sistema do dividendo ser descontado do preço da açao serve pra isso, impedir ganhos especulativos fáceis. Deve ser algo pra evitar o enriquecimento ilicito também.. Sempre falo que dividendos são pra investidores, e não pra fazer ST pensando nele. Talvez seja um erro entrar numa açao só pra receber os dividendos. A probabilidade de sair no 0x0 é enorme.. Laughing Laughing Dividendos são pra carteiras de açoes, pra investidores de longo prazo. É um grande lucro você investir um tempao numa empresa, ganhar com a valorizaçao do papel e ainda assim receber dividendos.. Claro, desde que investidos numa boa empresa!!

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Compra e Venda de Ações

se no book de venda da petr4 o primeiro da fila quer vender por 43,00 e o primeiro no book de compra quer comprar por 42,00, então eu dou uma ordem de compra por 50,00 , eu quero saber se vou ter que esperar chegar no 50 pra poder comprar ou vou ser o primeiro a comprar por um preço melhor ? ou até mesmo menor que 43,00 ?
Você comprará todas as ações que estiverem na frente da fila de venda até completar a sua quantidade de compra, ou seja, R$ 43,00 para baixo.
quando eu vender meus papéis, pra reinvestir o dinheiro eu preciso esperar a grana cair na conta no D+3 ou posso reinvestir o dinheiro antes da liquidaçao?
Você pode reinvestir o dinheiro antes da liquidação
Vàrias vezes leio que uma açao està cara ou està barata. Gostaria de saber o que significa uma açao estar cara ou barata e como faço pra determinar isso (se està cara ou barata)?
Uma das formas de medir se uma ação está barata é calculando o seu P/L. Mas veja bem, uma ação com P/L baixo não quer dizer que ela vai subir. Uma ação barata pode se tornar baratíssima...... Além do P/L interessante observar o gráfico da açao em específico. Dando uma olhada no gráfico histórico e gráficos no período de 1 ano, 6 meses e 1 mes, voce já pode julgar se uma açao está cara ou barata. Porém, deve-se procurar estar informado sobre a empresa. Uma açao baixa não é sinonimo de barata. Na minha opinião, uma açao barata é aquela que transforma a sua compra em uma compra muito segura e com altos potenciais de valorizaçao. Diferentemente de uma açao baixa, que é aquela em que não se sabe o fundo do poço e seu dinheiro pode ir desaparecendo aos poucos, lentamente...
Como algumas pessoas sabem, por exemplo, que uma empresa/corretora está comprando muitos papéis de outra empresa na bolsa?
As próprias corretoras indicam isso. Alguns sites de finanças também. Veja esse site: http://*&¨%$#@/ e clique em Ranking de Corretoras. obs.: Caso o infomoney bloqueie o site, é (sem os #, claro): http://www.c#e#d#r#o#finances.com.br

domingo, 2 de novembro de 2008

O que me garante a compra de um papel em alta?

(quero dizer: o que me garante que eu vou conseguir vender aquelo que tenho lucro no mercado real? quem estará comprando um papel que esteja com um rendimento acumulado por exemplo em 20%? Isso é somete mercado? as companias donas do papel compram esse papel? Corro o risco de após uma alta qualquer ficar com um elefante branco na mão e não conseguir vender na alta?) Nada garante. Você só vai conseguir passar o papel pra frente quando tiver alguém disposto a pagar o valor que você quer vender. Se tiver uma crise esquisita e o máximo que alguém quiser pagar for 1/10 do valor que você pagou, você só vai conseguir vender se alguém quiser pagar aquilo.

Bandas de Bollinger

(Bollinger Bands) Bandas de Bollinger: O que é, como usar, como analisar e como calcular esse indicador de análise técnica. Um dos comentários que se ouve frequentemente no mercado é que as cotações hoje em dia são mais voláteis do que há uns anos atrás. O que é que a volatilidade significa na prática? Sempre que as cotações de um dado título tenham variações bastante pronunciadas num período de tempo relativamente curto, pode-se afirmar que o título é muito volátil. Exemplos não faltam para exemplificar a volatilidade, senão atente-se: a. Sumolis: após rumores que davam conta de uma OPA sobre o capital da Sumolis, a cotação deste título subiu dos 7.5 Euros aos 22.5 Euros em poucos dias. Tão rápida quanto a alta, foi a baixa até perto dos 12 Euros. b. PT Multimedia: partindo de um preço base de 27 Euros após o IPO, a PT Multimedia em vagas sucessivas de histeria subiu até perto dos 150 Euros. Em pouco mais de um mês, a sua cotação caíu para níveis em torno dos 55 Euros. Em termos de análise técnica, o indicador que mede a volatilidade de um título são as Bandas de Bollinger que foram desenvolvidas por John Bollinger da Bollinger Capital. Atente-se ao seguinte gráfico onde estão desenhadas das bandas de Bollinger: As Bandas de Bollinger são de fato 3 linhas ou envolventes. A banda central é na realidade uma média móvel das cotações do título nos últimos n dias. Depois temos ainda a banda superior e a banda inferior que são calculadas em função do desvio padrão relativamente à média móvel, ou banda central. Em termos de cálculo, temos as seguintes fórmulas: Banda Superior = Banda Central + D * Sqrt( sum(cotação - banda central)^2/N) Banda Superior = Banda Central - D * Sqrt( sum(cotação - banda central)^2/N) (N = número de dias de cálculo da média móvel) (Sqrt = raíz quadrada) (Sum = somatório) (D = número de desvios padrões) Em termos de interpretação, as bandas de Bollinger podem ser interpretadas graficamente da seguinte forma: 1. Uma variação de cotação que comece numa banda tende a deslocar a cotação do título para a outra banda 2. Quando as cotações de um título saem fora quer da banda superior quer da banda inferior, tendem a voltar para dentro das bandas. Tal significa que se a cotação de um título estiver acima da banda superior, continuará aí apenas temporariamente até surgir um movimento de queda das cotações que reporá as cotações para dentro das bandas 3. As maiores variações da cotação de um título tendem a surgir quando as bandas superiores e inferiores se encontram mais próximas. Esse período de tempo é geralmente um período de consolidação das cotações (ex:ZONA 2) que deverá ser seguido por um período de tempo de maior volatilidade em que as bandas tenderão a afastar-se (ex:ZONA1). _________________

MACD

Média Móvel Divergente/Convergente Como funciona, como usar e como se cálcula, esse indicador de análise técnica. O indicador MACD (Média Móvel Divergente / Convergente) é um indicador de tendência que mostra a relação entre duas médias móveis. É calculado subtraindo à média móvel exponencial de 26 dias a média móvel exponencial de 12 dias. O gráfico que daí se obtém é comparado com o gráfico da média móvel exponencial de 9 dias denominada de linha de sinal ou trigger que geralmente é uma gráfico a picotado. Como é que se interpreta a relação entre estes dois gráficos? É calculado subtraindo à média móvel exponencial de 26 dias a média móvel exponencial de 12 dias. O gráfico que daí se obtém é comparado com o gráfico da média móvel exponencial de 9 dias denominada de linha de sinal ou trigger que geralmente é uma gráfico a picotado. Como é que se interpreta a relação entre estes dois gráficos? Há três tipos distintos de interpretação gráfica do MACD: · Intersecções dos gráficos: uma regra do MACD é vender sempre que o seu gráfico passe para baixo do gráfico da sua linha de sinal. Da mesma forma, um sinal de compra é emitido sempre que o seu gráfico passa para cima da sua linha de sinal. Intersecções dos gráficos: uma regra do MACD é vender sempre que o seu gráfico passe para baixo do gráfico da sua linha de sinal. Da mesma forma, um sinal de compra é emitido sempre que o seu gráfico passa para cima da sua linha de sinal. Intersecções dos gráficos: uma regra do MACD é vender sempre que o seu gráfico passe para baixo do gráfico da sua linha de sinal. Da mesma forma, um sinal de compra é emitido sempre que o seu gráfico passa para cima da sua linha de sinal. Zonas de OverBought/Oversold (Sobrecomprado/Sobrevendido): quando o valor do MACD aumenta (na prática isto significa que o valor da média móvel exponencial de mais curto prazo diminui face ao valor da média de 26 dias), é provável que a cotação do título esteja oversold (Sobrevendido). Como conseqüência poderá haver uma queda na sua cotação pelo que é dado um sinal de venda. Divergências: outra interpretação valiosa retirada do MACD é a detecção do fim de uma tendência. Sempre que a evolução gráfica do MACD de um título diverge da evolução gráfica das suas cotações, então está detectada uma divergência. Se o MACD está a atingir mínimos sucessivos e a sua cotação não, estamos perante uma divergência Bearish (baixista / vendedora), sendo provável que as cotações venham a cair. Se o MACD está a atingir máximos sucessivos enquanto a sua cotação não atinge novos máximos, estamos perante uma divergência Bullish (altista / compradora) sendo provável que a cotação do título venha a subir. Note-se que o MACD não é um indicador que antecipa mudanças no mercado. O MACD é na realidade um indicador que segue a tendência do mercado. Divergências: outra interpretação valiosa retirada do MACD é a detecção do fim de uma tendência. Sempre que a evolução gráfica do MACD de um título diverge da evolução gráfica das suas cotações, então está detectada uma divergência. Se o MACD está a atingir mínimos sucessivos e a sua cotação não, estamos perante uma divergência Bearish (baixista / vendedora), sendo provável que as cotações venham a cair. Se o MACD está a atingir máximos sucessivos enquanto a sua cotação não atinge novos máximos, estamos perante uma divergência Bullish (altista / compradora) sendo provável que a cotação do título venha a subir. Note-se que o MACD não é um indicador que antecipa mudanças no mercado. O MACD é na realidade um indicador que segue a tendência do mercado.

Estocástico (Stoch)

Estocástico (Stoch) É importante sob o ponto de vista técnico determinar qual a relação entre a cotação de um título e o intervalo de cotações onde esse título se manteve nos últimos N dias. A importância desta análise reside na tendência que as cotações têm em fechar perto quer do máximo do intervalo quer do valor mínimo, no caso de uma alta de cotação ou baixa respectivamente. No caso de uma tendência de baixa de cotação, o preço tende a bater no limite mínimo do intervalo para depois inverter a tendência e começar a subir afastando-se do valor mínimo do intervalo. Raciocínio análogo pode ser feito para uma tendência de alta de cotação. Em termos gráficos, o indicador estocástico é representado por duas linhas. A linha principal denomina-se de %KD. A segunda linha que é usualmente impressa a tracejado, denominada %D e é uma média móvel da linha %K Em termos de cálculo, o indicador tem quatro variáveis de suporte: Número de períodos do %K: número de períodos de análise do indicador Número de períodos de abrandamento do %K: Número de períodos do %D: número de períodos a utilizar para o cálculo da média móvel do %K Tipo de média móvel do %D: este parâmetro define que tipo de média móvel (Exponencial, simples, triangular ou outra) a utilizar no cálculo do %D Suponha-se que no período de análise, a cotação do título em análise variou entre MÁXIMO e MÍNIMO ([MÍNIMO;MÁXIMO]). A fórmula do cálculo do %K para um determinado dia é então a seguinte: %K = (cotação de fecho - MÍNIMO)/(MÁXIMO - MÍNIMO) * 100 Como exemplo tome-se como referência um título X que variou nos últimos 10 dias entre os 4 Euros e os 6 Euros. Suponha-se que a cotação de fecho hoje foi de 5 Euros. Então o valor de %K seria o seguinte: (5 -4)/(6 - 4) * 100 = 50% O valor de 50% significa que o valor de fecho hoje se encontra a meio entre o intervalo de variação do título nos últimos 10 dias que estava situado no intervalo [4;6]. Por exemplo, se a cotação de fecho hoje fosse de 4.5 Euros, então o %K valeria: (4.5 - 4)/(6-4) = 0.25% É fácil perceber que o %K variará entre os 0% e os 100%. Se valer 0% quer dizer que a cotação de fecho é igual ao mínimo valor da cotação nos últimos n períodos. Se valer 100%, quer dizer que a cotação de fecho bateu no máximo dos últimos n períodos. O número de períodos de abrandamento utilizado no cálculo foi de 1. Após o cálculo do %K, tem-se que calcular a média móvel do %K que nos dará o %D. Há várias interpretações a retirar da comparação entre as linhas %K e %D e que são as seguintes: a. Um sinal de compra é gerado quando a linha %K ou a linha %D desce abaixo dos 20% para depois subir acima dos 20%. Um sinal de venda é gerado quando a linha %K ou a linha %D sobe acima dos 80% para depois descer abaixo desse nível b. Um sinal de compra é gerado no momento em que a linha %K sobe acima da linha %D. Um sinal de venda é gerado quando a linha %K desce abaixo da linha %D c. Divergências: tal como no indicador RSI, um dos sinais mais fortes dados por este indicador é dado pela divergência que exista entre a cotação de fecho e o indicador. Assim, se a cotação do título continuar a testar novos máximos e a linha %K tem máximos relativos cada vez menores, é provável que a tendência de alta do título se inverta o que pode sugerir que se venda o título em questão. Raciocínio análogo pode ser aplicado às quedas.

Média Móvel

Média Móvel (MM - Moving Averange) Aprenda a usar o indicador técnico média móvel. Um dos mais antigos e mais utilizado. A média móvel é um dos indicadores de tendência mais antigos utilizados na análise técnica. Este indicador é na prática uma média das cotações dos últimos n dias. Há basicamente cinco tipos de médias móveis: exponencial, simples, triangular, variável e pesada. Estas médias móveis podem ser aplicadas sobre qualquer valor do título, desde o volume, passando pelo preço de fecho ou pelo valor de abertura. Para o cálculo de uma média móvel simples de 25 dias basta somar as cotações do título dos últimos 25 dias e dividir por 25. Para traçar o gráfico tem-se que executar este procedimento para cada um dos dias do gráfico a visualizar. Obviamente que para obter a média móvel de n dias para um determinado dia terá que haver obrigatoriamente cotações nos n dias anteriores. E isso pode nem sempre acontecer como no caso de entrada em Bolsa de um novo título. Para traçar o gráfico tem-se que executar este procedimento para cada um dos dias do gráfico a visualizar. Obviamente que para obter a média móvel de n dias para um determinado dia terá que haver obrigatoriamente cotações nos n dias anteriores. E isso pode nem sempre acontecer como no caso de entrada em Bolsa de um novo título. Mas qual deve ser a média móvel a utilizar? Essa resposta depende basicamente do tipo de peso que se pretende dar às cotações. No caso de uma média móvel simples, todas as cotações do título têm o mesmo peso ao longo do tempo. No caso da triangular, é dado mais peso às cotações que estão a meio do período de análise. No caso da exponencial é dado mais peso às cotações mais recentes. Por norma, é utilizada a média móvel exponencial que produz melhores resultados na maior parte das situações. Outra questão pertinente no cálculo de uma média móvel exponencial é a determinação do número de dias a se utilizar no respectivo cálculo. Essa questão prende-se única e exclusivamente ao tipo de análise pretendida. Para isso analise-se a seguinte tabela: Tendência ........................................................................ N dias Muito curto-prazo ...........................................................5 a 13 dias Curto-prazo ..................................................................14 a 25 dias Médio-prazo .................................................................50 a 100 dias Longo-prazo ................................................................100 a 200 dias Para efetuar análises de médio-prazo geralmente utiliza-se a média móvel de 50 dias enquanto que para análises de longo prazo utiliza-se a média móvel de 200 dias. Tanto o valor 50 quanto o valor 200 (39 semanas) são valores empíricos que resultam da experiência acumulada que prova que produzem melhores resultados. Por último importa analisar a questão mais importante: como é que se interpreta este indicador? Tipicamente numa análise de médio-prazo traça-se o gráfico das cotações juntamente com o gráfico da média móvel exponencial de 50 dias. Sempre que a MME cruze a linha de cotações para um valor superior é acionado um sinal de compra. Sempre que a MME cruze a linha de cotações para um valor inferior está dado um sinal de venda. Esta análise simplista coloca-nos sempre do lado correto da tendência do mercado. No entanto este indicador não tem valor preditivo acerca da tendência, pois que a reação é sempre mais lenta do que outros indicadores. Assim a recomendação quer de compra ou venda pode ser sempre tardia. Por isso nos próximos artigos iremos nos debruçar sobre outros tipos de indicadores.

IFR ou RSI

IFR - Índice de Força Relativa RSI - Relative Strength Index O RSI (Relative Strength Index ou IFR: Índice de Força Relativa) é um oscilador que foi criado por Welles Wilder em Junho de 1978. Este oscilador é muito popular entre os analistas técnicos devido aos seus bons resultados. Em termos de cálculo, a fórmula é bastante simples ainda que a sua interpretação possa ser um pouco mais complicada: IFR = 100 - (100/(1+U/D)) U = média das cotações dos últimos N dias em que a cotação subiu D = média das cotações dos últimos N dias em que a cotação desceu O criador deste indicador recomendou o cálculo de um IFR de 14 dias, mas é habitual calcular um IFR de 9 ou 25 dias. Se por exemplo quisermos calcular um IFR de 14 dias teremos de seguir os seguintes passos: a. Somar todas as cotações dos últimos 14 dias em que houve alta da cotação. Dividir o valor obtido por 14. Está obtido o U b. Somar todas as cotações dos últimos 14 dias em que houve baixa da cotação. Dividir o valor obtido por 14. Está obtido o D c. Aplique a fórmula acima indicada e obteve o valor do IFR para uma determinada data d. Repita os passos a, b e c para um número suficiente de datas até poder ter um gráfico com um número suficiente de pontos. e. Trace e analise o gráfico O valor do IFR pode variar entre 0 e 100. Sempre que o seu valor esteja acima de 70, o IFR entrou na região de Sobrecomprado (overbought). Sempre que caia abaixo dos 30 pontos, caiu na região de sobrevendido (oversold). Note-se que alguns traders preferem definir a região de sobrecomprado acima dos 80 e a região de sobrevendido acima dos 20 pelos melhores resultados que daí poderão advir. Caberá a cada analista definir esses pontos em função dos resultados obtidos. Esses valores serão ajustados título a título, novamente em função dos resultados obtidos. Há basicamente 3 análises que se pode retirar da observação gráfica do IFR: 1. Uma das interpretações mais simplistas que se pode retirar de um gráfico do IFR é o que concerne à saída de uma região de sobrevendido/sobrecomprado. Sempre que o IFR caia abaixo dos 70 pontos depois de ter estado na região de Sobrecomprado, é gerado um sinal de venda do título. Sempre que o IFR sai de uma região de sobrevendido, isto é, seu valor passa a estar acima dos 30 é dada uma indicação de compra do título. O gráfico abaixo exemplifica exatamente essa situação. A meio de Agosto de 1999 é dado um sinal de compra de Sonae SGPS enquanto que em Setembro é dado um sinal de venda. Outro aspecto importante é que esta interpretação não pode ser dogmática e deve ser corroborada por outros indicadores. Repare que no final de Novembro é dado um sinal de venda que poderia ter induzido erro ao analista já que a cotação continuou a subir até Março. 2. Outra interpretação gráfica que se pode retirar do IFR são as divergências. É neste ponto que talvez se encontre a maior virtude deste oscilador. Sempre que a cotação atinja novos máximos e o gráfico do IFR esteja a cair, é provável que a cotação do título corrija através da queda. Raciocínio análogo pode ser feito para os mínimos. Sempre que a cotação teste novos mínimos e o gráfico do IFR não acompanhe, é muito provável que a cotação do título suba. 3. Suportes e resistências: o gráfico do IFR é também excelente para traçar linhas de resistência/suporte/tendência da mesma forma que são traçadas num gráfico de cotações.

Fundos ou Clubes de Investimentos

Fundos

FIP NVRAPOSO

07/07/2017 08:33 FIP NVRAPOSO (NVRP) - INICIO DE NEGOCIACAO 
FIP NVRAPOSO (NVRP)

INICIO DE NEGOCIACAO

A B3 informa que em 07/07/2017 serao iniciados, no mercado de bolsa, os negocios com as cotas de emissao do Fundo de Investimento em Participacoes Nova Raposo -Multiestrategia, sistema escritural - Votorantim Asset Management DTVM Ltda., cotadas em R$ por unidade e com lote padrao de 1 (uma) cota.

O nome de pregao sera "FIP NVRAPOSO" e o codigo de negociacao sera "NVRP11"

(Codigo ISIN - BRNVRPCTF009).

O FIP NVRAPOSO e destinado a investidores qualificados.



Clube de Investimento


340154  - frenzal   -  17 Jul 2017, 17:33
Por que muitos daqui não criam um Clube de Investimento (ou fundo exclusivo, caso tenha alguns milhões) para evitar o pagamento de IR?

Como assim evitar pagar IR ? Fale mais sobre isso.

340159  - Minkowski -  17 Jul 2017, 18:24
Enquanto o dinheiro estiver dentro das cotas do clube não paga IR. Paga 15% no resgate da cota (como se fosse um fundo de ações, independe se o lucro vem de valorização, dividendos, etc.). Mas tem que ter 67% do PL do clube em ações, acho que não pode ser FII.

Quando você cria um Clube, o IR será pago apenas quando você fizer um resgate. No caso, 15%.
Como gestor do Clube, você pode fazer quantos trades quiser, no volume que quiser, que não pagará DARF. Apenas quando você quiser resgatar haverá a incidência do imposto.
A vantagem é você utilizar o que seria pago de imposto para gerar mais lucro.

Não apenas o Clube não paga IR pelos trades específicos, se você aportar em um fundo ou CDB por ele, o IR também não incidirá. Por exemplo: estou no momento com parte do patrimônio do clube fora de ações, em um CDB de 102% com liquidez diária, e ele não me cobra IR (na prática é como se fosse uma LCI de liquidez diária). 

O ponto negativo do Clube é a taxa de administração. Mas é uma questão de deixá-la baixa e calcular se os ganhos da postergação do IR serão mais vantajosos que a taxa.

As pessoas fazem fundos exclusivos, entre outras razões, para ter esse benefício tributário.

Clube não pode investir em FIIs, infelizmente. Ele segue, mais ou menos, as regras de um FIA. Seria bem interessante poder fazer um clube com regras de fundos multimercado, mas duvido que a CVM ou a Bolsa abram essa possibilidade.

Um tempo atrás conversei com um amigo e pensamos em montar um clube, mas foi justamente o percentual que me tirou da ideia. Apesar de estar ainda muito cru no mercado, na época, já tinha a ideia que "uma cabeça" multimercado seria o mais indicado para sobreviver e conseguir uma rentabilidade melhor no mercado. Manter pelo menos 67% em momentos complicados, com a ANTA por exemplo, fazendo aquele monte de asneiras fica muito difícil.

A instrução da CVM que trata do assunto é a CVM 494.

CAPÍTULO V - CARTEIRA
Art. 26. O Clube deve possuir, no mínimo, 67% (sessenta e sete por cento) de seu patrimônio
líquido investido em:

I – ações;
II – bônus de subscrição;
III – debêntures conversíveis em ações, de emissão de companhias abertas;
IV – recibos de subscrição;
V – cotas de fundos de índices de ações negociados em mercado organizado; e
VI – certificados de depósitos de ações.

Parágrafo único. No cálculo do percentual mínimo a que se refere este artigo:

I – devem ser considerados os ativos cedidos em empréstimo e as garantias depositadas em
excesso, desde que constituídas pelos títulos referidos no caput; e
II – não devem ser considerados os ativos referidos no caput que estejam depositados como
garantia de operações próprias.

Art. 27. O montante que exceder a porcentagem estabelecida no art. 26 pode ser aplicado em:
I – outros valores mobiliários de emissão de companhias abertas;
II – cotas de fundos de investimento das classes “Curto Prazo”, “Referenciado” e “Renda Fixa”;
III – títulos públicos federais;
IV – títulos de responsabilidade de instituição financeira; e
V – compra de opções, observado o disposto nos §§ 1º e 2º deste artigo.

Vantagens e Desvantagens de Fundos ou Clubes de Investimentos

Vantagens: - Qualquer valor (normalmente a partir de 1.000), ao contrário do HB, que se ficar operando com 1k não vai pagar nem a corretagem; - Não precisa ficar o dia inteiro na frente do computador; - Não precisa entender nada de ações (isso mesmo, tem muita gente que não sabe nem o que é uma ção, mas aplica parte do dinheiro em algo que sabe pode render bem); - Diversidade da carteira, algo inpensável pra quem tem pouca grana; - IR só no resgate.
Desvantagens: - Não tem stop, não tem hedge e não tem nada, você bota o dinheiro e espera que a ação suba, se não subir, fica rezando... hehehhe (de uma maneira bem grosseira); - D+1 pra aplicação, ao contrário do HB que é tudo real time. Vendeu o papel, já pode comprar outro com o dinheiro na mesma hora; - Não poder fazer o que você quer, a não ser que você seja o gestor do clube/fundo; - IR todo mês, desde que venda mais de 20K.
Vamos supor que tivesse 10.000 em cotas no FUNDO de AÇÕES da PETRO e VALE e que apliquei na época do IBOV em topo máximo no caso ai em 73.516 pontos em 20/05, um montante de 250 mil, e hoje conferindo VALE e PETRO tem uns 169 mil os dois, caso o IBOV volte a subir os fundos sobem certo, então quando tive a perda as cotas diminuiram? E vamos supor que o IBOV volte a 73.516 pontos bem no dia que apliquei, neste dia que voltar no 0 a 0 voltara o valor igual? Pois no fundo todo lucro eles descontam imposto uma injustiça ou seja se perdi até agora aproximadamente uns 30% para voltar precisaria no minimo uns 50% ou estou errado, ou voltou no 0 a 0 o capital estava como o que apliquei de inicio?
Pensemos no seu exemplo. Vc adquiriu 10.000 cotas de um fundo que aplica em vale e petro a um preço de $ 25,00 / cota. O desempenho do fundo não tem relação linear com IBOV. Depende de como o gestor aplicou os recursos. Provavelmente, neste caso, ele só pode aplicar em ações da Vale/Petro e por isso o desempenho certamente é negativo. No entanto, o fato de o IBOV cair 2% em um dia não significa que suas cotas perderão 2%. Depende de como o gestor aplicou os recursos. Não se esqueça que o IBOV é um índice ponderado de várias ações. Vale e Petro têm o maior peso, mas não é relação direta. O que diminui não é a quantidade de cotas, mas o valor delas. Vc sempre terá 10.000 cotas. Mas com um preço variando ao longo do tempo. E o imposto vc paga somente no resgate.

Mas se sempre terei as 10.000 cotas que seja, quando voltar ao normal 0 a 0 o meu valor estará igual então, em questão de dinheiro? Estou falando do fundo caixa economica federal da vale e petro, o que não entendo é que sempre que sobem mesmo estando no prejuízo eles tiram parte dos lucros, por exemplo ontem subiu 5 %, um exemplo somente, se fosse ver some uma parte destes lucros dos 5% acima do capital o "imposto acho" ví isso nos extratos além é claro do imposto do resgate que se for fazer. Quer dizer se perti 10 % vamos supor, para repor esses 10% teria que ser mais que 10 para chegar no capital aplicado pois eles descontam um imposto quando sobe, é isso que da para ver pelo extrato, acho isso um roubo. Entendeu o que tentei explicar, estou querendo saber se é normal ou estão aplicando um golpe. Estou confuso!
nao há imposto qdo uma cota sobe... Somente qdo v retirar a soma existe a taxa de administraçao deles Se a cota caiu 10% de 1000 reais, sombram 900 na subida, dos 900, se subir apenas 10%, chegará a 990 nestes fundos, qdo cai 5% num dia isso não reflete em queda de 5% no valor... tem mais coisa nisso ai... os fundos não são somente de açoes de petr ou vale qdo sobe 5% vc vai ver que não subiu os 5%

Qual o valor mínimo para começar a investir?

O valor mínimo para investir é o valor de uma ação. No entanto, o cara deve olhar bem quais são os custos envolvidos pois comprar somente uma ação pode não ser muito negócio. Por exemplo, enquanto uma corretora pode cobrar fixo por operações de compra/venda (ex: easyinvest cobra 10 reais por ordem) existem corretoras que cobram proporcional ao valor aplicado (ex: bradesco cobra 0,3% por ordem). Vamos supor que o cara quer comprar só uma ação de 50%. O custo de 10 reais para comprar inviabiliza a operação pois para recuperar esses 10 reais a ação tem que subir 20%. Já se ele tivesse uma corretora que é proporcional (0,3%), a ação precisaria subir apenas 0,3% para se ter lucro. É claro que a recíproca é verdadeira. Vamos supor que ele compre 100 ações xyz de 100 reais cada ação, ou seja, pagará 10mil reais. Se a corretora cobra fixo R$ 10,00 por operação ele gastará apenas 0,1% do capital investido para comprar a ação. Se a corretora cobra proporcional, ele vai pagar os 0,3% (exemplo) de todo jeito. Dito isto, o primeiro cuidado na hora de investir é procurar uma corretora adequada para os valores que o cara tem disponível para ações. Bom, acho que para começar, se você for cliente Bradesco é melhor iniciar pelo Shopinvest para brincar um pouco. Ele permite que a ação seja vendida em D+1, D+2, ao contrário de outros bancos e algumas corretores que só permitem a venda após a liquidação física (D+3). O complicado neste último caso é a ação despencar, acredite, as vezes elas despencam em segundos, imagina o quanto poderiam despencar em 3 dias?! Enfim, cada um escolhe como e por onde começar! A minha dica é, utilize um capital que não te fará diferença, analise bem o gráfico da ação antes de comprar! Por exemplo, VALE5 abaixo de 47 e PETRA4 abaixo de 77 são uma boa pois com certeza esse ano elas vão bater estes valores, uma hora ou outra. Quem acompanha está vendo o drama, mas é normal, afinal, todo ano elas crescem bastante, só resta saber: "quando?". Quanto a isso fica a critério de vocês, bons trades!

Dúvidas dos Foruns do Small Caps

Ações Boas pagadoras de dividendos
Ações de baixa liquidez
After Market
Aluguel de Ações (Aluguel Modo Automático, Aluguel FII e FIP e Como Alugar Ações, Consulta de Taxa de Aluguel)
Análise Fundamentalista X Análise Técnica
Aplicações
(Rentabilidades, TD, Boas Opções de Investimentos de Resgate Rápido
Qual montante de dinheiro voces acham viavel operar com tres, dois até um papel)
Aplicação em Small Caps
Comprar e Manter
Compra e Venda de Ações
Contratos negociados na BMF
Controle do Portfólio de Ações (gaugeinvest https://planilhadeacoes.blogspot.com.br/, Google Planilhas, bussoladoinvestidor, osardinha, Planilha do Capa, Sistema de Cotas)

(Agora, Banif, BB, Bradesco, CEF, Clean, Easynvest, iConta no Itau, Mirae, Modal[Vantagens], Mycap, Petra,

Rico/Octo [Problemas com valores de corretagem - TED/OB BB/Negociação final 11b, Corretagem Zero para FII),

Daytrade
Diversificação Setorial
Imposto de Renda:
(Links, Imóvel, FII [Amortização de FIIs, Declarando Prejuízo em FII, Lucro na venda de XPOM11 onde declarar, Declarando FII, Declarando Anos Anteriores], Ações [Declarando Prejuízo em Ações, Dinheiro em conta na corretora, Pagamento de DARF atrasado, Restituição de Capital, Daytrade, Declaração na Virada do Mês/Ano, Declaração de JCP/Dividendos, Cobrança de Imposto de Anos Anteriores, Como declarar rendimentos declarados e não pagos no Informe de Rendimentos, Declaração de Subscrição, Declaração de Operação acima de R$ 20 mil, Preço Médio, Limite para Pagamento de DARF, Declaração das Operações abaixo dos R$ 20 mil, Como Recorrer para Receita, Declaração de Ações Isentas, Data de negociação X Data de Liquidação, Fusão de duas empresas])
Yield on cost


Veja os melhores Comentários do Forum do Small Caps


ABC Brasil (ABCB) Abyara (ABYA) Aços ALtona (EALT)
Aços Vilares (AVIL) Aes Tiete (GETI) Afluente (AFLU)
Agrenco (AGEN) Alfa Financa (CRIV) Alfa Invest (BRIV)
All (ALLL) Alpagartas (ALPA) Ambev (AMBV)
Aracruz (ARCZ) Amazônia (BAZA)
B2W (BTOW) Bahema (BAHI) Banco do Brasil (BBAS)
Banco Indusval (INDL) Banestes (BEES) Battistela (BTLL)
Bardella (BDLL) Barinsul (BRSR) Baumer (BALM)
Bematech (BEMA) Besc (BSCT) BicBanc0 (BICB)
BMFBovespa (BVMF) Brascan Res (BISA) Braskem (BRKM)
Brasmotor (BMTO) BR Brokers (BBRK) BR Malls (BRML)
Bradesco (BBDC) Bradespar (BRAP) BRF (PRGA)
Brookfield (BISA)

Banese (BGIP)
BRB Banco (BSLI)

Brasil Telec (BRTO)
Bombril (BOBR)
Cacique (CIQU) Cambuci (CAMB) CC Des Imob (CCIM)
CCR Rodovias (CCRO) Ceb (CEBR) Cedro (CEDO)
Celesc (CLSC) Celpe (CEPE) Cemig (CMIG)
Cesp (CESP) Chiarelli (CCHI) Cia Hering (HGTX)
Clarion (CLAN)
Coelce (COCE)
Cobrasma (CBMA)
Company (CPNY) Comgás (CGAS) Confab (CNFB)
Contax (CTAX) Copasa (CSMG) Copel (CPLE)
Coteminas (CTNM) Cosan (CSAN) CPFL Energia (CPFE)
CR2 (CRDE) Cremer (CREM) Cyre ON (CCPR)
Cyrela (CYRE)


Cruzeiro do Sul (CRCZ)
CSN (CSNA)


Cetip (CTIP)

CSU Cardsyston (CARD)

Cemar (CMGR)
Daycoval (DAYC) Dimed (PNVL) (Panvel) Dixie Toga(DXTG)
Doc Imbituba (IMBI)

Duratex (DTEX)
Drogasil (DROG) Dufray (DUFB)


Ecodiesel (ECOD) Elekeiroz (ELEK) Elektro (EKTR)
Eletrobras (ELET) Eletropaulo (ELPL) Emae (EMAE)
Embraer (EMBR) Encorpar (ECPR) Energia do Brasil (ENBR)
Energisa (ENGI) Equatorial (EQTL) Estrela (ESTR)
Eternit (ETER) Excelsior (BAUH) Eucatex (EUCA)
Even (EVEN) Eztec (EZTC)
Ferbasa (FESA) Fer Heringer (FHER) Fibam (FBMC)
Forja Taurus (FJTA) Fosfertil (FFTL) Fras Le (FRAS)



Gafisa (GFSA) Gazola (GASO) General Shopping (GSHP)
Gerdau - GGBR Globex (GLOB) Gol (GOLL)
Gp

Investimentos (GPIV)
GPC Part (GPCP) Gradiente (IGBR)
Grazziotin (CGRA) Grendene (GRND) Guarani (ACGU)
Guararapes (GUAR)

Habitasul (HBTS) Haga (HAGA) Helbor (HBOR)
Hercules (HETA) Hotéis Othon (HOOT) Hypermarcas (HYPE)
Ideiasnet (IDNT)
Ienergia (IENG) Iguaçu Café (IGUA)
Iguatemi (IGTA) INDS Romi (ROMI) Inepar (INEP)
Inpar (INPR) Investur (IVTT) Iochpe-Maxion (MYPK)
ItauUnibanco (ITUB)

Irani Cel (RANI)
Itaúsa (ITSA) Itautec (ITEC)


JB Duarte (JBDU) JBS (JBSS) Jereissati (MLFT)
JHSF Part (JHSF) Josapar (JOPA)
Klabin Segall (KSSA)

Klabin (KLBN)
Kepler Weber (KEPL)

Karsten (CTKA)
Kroton (KROT)
Laep (MILK) Le Lis Blanc (LLIS) Light (LIGT)
LLX (LLXL) Localiza (RENT) Log-in (LOGN)
Lojas Americanas (LAME) Lojas Renner (LREN) Lupatech (LUPA)
Magnesita (MAGG) Mangels INDL (MGEL) Marcopolo (POMO)
Marisa (MARI) Marisol (MRSL) Marfrig (MRFG)
M Dias Branco (MDIA) Medial Saúde (MEDI) Mendes Junior (MEND)
Merc Brasil (BMEB) MetalFrio (FRIO) Metal Leve (LEVE)
Metisa (MTSA) MG Poliest (RHDS) Millenium (TIBR)
Minerva (BEEF) Minupar (MNPR) MMX Miner (MMXM)
Mont Aranha (MOAR)

Mundial (MNDL)
MPX Energia (MPXE)

Mutiplus (MPLU)
MRV (MRVE)

Nadir Figueiredo (NAFG) Natura (NATU)

Net (NETC)
Odontoprev (ODPV)

OHL Brasil (OHLB)

OSX Brasil (OSXB)
Pão de Açúcar (PCAR) Paranapanema (PMAM) Par Al Bahia (PEAB)
Paraná (PRBC) Panamericano (BPNM) Petrobras (PETR)
Pettenati (PTNT) Pine - PINE Plascar (PLAS)
Porto Segur0 (PSSA) Positivo (POSI) Profarma (PFRM)
Providência (PRVI)

PortoBello (PTBL)
Pronor (PNOR) Per Manguinnhos (RPMG)
Randon (RAPT) Recrusul (RCSL) Renar (RNAR)
Renner Part (RNPT) Riosulense (RSUL) Rodobens (RDNI)
Rossi Resid (RSID) Redecard (RDCD)
Sabesp (SBSP) Sanepar (SAPR) Sansuy (SNSY)
Santander (SANB) Santanense (CTSA) São Martinho (SMTO)
Saraiva (SLED) Savarg (VAGV) Schlosser (SCLO)
Seb (SEBB) Shulz (SHUL) SLC Agrícola (SLCE)
Sofisa (SFSA) Spring (SGPS) Sulamerica (SULA)
Sultepa (SULT)

São Carlos (SCAR)
Starup (STRP) Suzano Papel (SUZB)
Tectoy (TOYB) Tegma (TGMA) Tekno (TKNO)
Telebras (TELB)
Telemar (TNLP) Telemar NL (TMAR)
Telemig Part (TMCP)
Telesp (TLPP) Tempo (TEMP)
Tenda (TEND) Terna Part (TRNA) Tractebel (TBLE)
Tran Paulist (TRPL) Trafo (TRFO) Trisul (TRIS)
Triunfo Part (TPIS)

Tarpon (TARP)
Tupy (TUPY) Tivit (TVIT)
Ultrapar (UGPA) Unipar (UNIP) UOL (UOLL)
Usiminas (USIM)

Vale (VALE)

Varig (VAGV)
VCP (VCPA) Visanet (VNET)
Weg (WEGE) Wetzel (MWET)

Wiest (WISA)

Whirlpool (WHRL) WLM Ind Com (SGAS)


Yara Fertilizantes (ILMD)



Setores

Alimentos

Autopeças

Água e Saneamento

Bancário

Bebidas


Construção e Engenharia

Consumo e Comércio


Educacional

Elétrico

Embalagens

Financeiros

Fertilizantes


Holding



Industrial e Comércio



Máquinas e Equip

Madeira

Materiais Diversos

Mineração



Papel e Celulose

Petróleo e Gás


Químico



Rodoviário



Saúde

Siderúrgico

Sulcroalcoleiro

Tecnologia e Informática

Telefonia

Têxtil e Calçados

Transporte





Voltar para: Palpites Ações

Forum do Small Caps

CLASSIFICAÇÃO POR CÓDIGOS

ABCB

ABYA

ACGU

AFLU

AGEN

ALLL

ALPA

AMBV

AVIL




BAHI

BALM

BAUH

BBAS

BBDC

BBRK

BDLL

BEEF

BEES

BEMA

BICB

BISA

BMTO

BPNM

BRAP

BRIV

BRKM

BRML

BRSR

BSCT

BTLL

BTOW

BVMF

BMEB

BGIP

BSLI

BOBR

BAZA

BRTO


CAMB

CBMA

CCHI

CCIM

CCPR

CCRO

CEBR

CEDO

CEPE

CESP

CGAS

CGRA

CIQU

CLAN

CLSC

CMIG

CNFB

COCE

CPFE

CPLE

CPNY

CRDE

CREM

CRIV

CSMG

CSNA

CARD

CTAX

CTIP

CTNM

CTSA

CYRE

CRCZ

CTKA

CIEL

CMGR

DAYC

DROG

DUFB

DTEX

DXTG


ECOD

EALT

ECPR

EKTR

ELEK

ELET

ELPL

EMAE

EMBR

ENBR

ENGI

EQTL

ESTR

ETER

EUCA

EVEN

EZTC


FBMC

FESA

FFTL

FHER

FIBR

FJTA

FRAS

FRIO





GASO

GFSA

GETI

GGBR

GLOB

GOLL

GPIV

GPCP

GRND

GSHP

GUAR


HBTS

HAGA

HBOR

HETA

HGTX

HOOT

HYPE






IDNT

IENG

IGBR

IGTA

IGUA

ILMD

IMBI

IMCH

INDL

INEP

INPR

ITEC

ITUB

ITSA

IVTT




JBDU

JBSS

JHSF

JOPA



KSSA

KEPL

KROT

KLBN



LAME

LEVE

LIGT

LLIS

LLXL

LOGN

LREN

LUPA





MAGG

MARI

MDIA

MEDI

MTIG

MTSA

MGEL

MILK

MLFT

MMXM

MNPR

MOAR

MPXE

MRVE

MNDL

MRFG

MRSL

MWET

MYPK

MEND

MPLU




NAFG

NATU

NETC




ODPV

OHLB

OSXB




PCAR

PEAB

PFRM

PINE

PLAS

PMAM

PNOR

PNVL

POMO

POSI

PRBC

PRGA

PRVI

PSSA

PTNT

PTBL



RANI

RAPT

RCSL

RDCD

RDNI

RENT

RHDS

RPMG

RNAR

RNPT

ROMI

RSID

RSUL

SANB

SAPR

SCLO

SEBB

SBSP

SFSA

SGAS

SGPS

SHUL

SLCE

SLED

SMTO

SNSY

STRP

SULA

SULT

SUZB


TOYB

TBLE

TELB

TNLP

TEMP

TEND

TGMA

TIBR

TKNO

TMAR

TMCP

TLPP

TPIS

TRFO

TRIS

TRNA

TRPL

TUPY

TARP






UGPA

UNIP

UOLL

USIM



VALE

VAGV

VCPA




WEGE

WHRL

WISA





Voltar para: Palpites Ações
[Valid RSS]